Newborns: a fofura de fotografar recém nascidos

Muito comum fora do Brasil, a sessão de fotos de recém-nascido (entre 5 e 15 dias de vida), também chamados de “newborn”, vem ganhando cada vez mais espaço por aqui, como a fotógrafa Carolina Luna vem fazendo. “A ideia é fotografar o bebê em poses fofas, que lembrem as posições em que o bebê ficava no útero materno, em lugares inusitados, ou acrescentando acessórios como gorrinhos e lacinhos. Tudo para criar uma recordação única dessa fase tão especial!”, pondera.

Registrar todos os detalhes do recém chegado ao mundo, além de muito fofo, são recordações além da lembrança, dessa fase de desenvoltura tão importante do pequeno ser. Esses momentos, além de uma lembrança para toda a família, depois das fotos prontas, podem virar grandes pôsteres, quadros, canecas, enfim, o que sua imaginação permitir.

Apesar de bonito, não é um trabalho fácil, é preciso muita preparação. “O trabalho com recém-nascidos é um trabalho demorado e delicado que requer muita paciência e prática, as pessoas costumam achar que é um trabalho rápido, pois eles só dormem, mas não é bem assim que funciona (risos)”, se diverte.

A sessão é realizada na casa do bebê, que, no dia das fotos, é adaptada para realizar o ensaio fotográfico. É preciso ter um ambiente aquecido, controlar a umidade do ar e ter um ruído branco. Tudo para manter o conforto do novo membro da família. Para isso, são usados o aquecedor, umidificador de ar e o som que o recém-nascido ouvia dentro do útero da mãe, em volume alto, para que ele se acalme. O tempo total pode durar de 2 até 6 horas. “Isso tudo, porque no dia das fotos, paramos quantas vezes forem necessárias, caso ele precise mamar, trocar as fraldas e se acalmar”, ressalta.

As fotos devem ser feitas preferencialmente entre 5 e 14 dias de vida, isso porque as lembranças uterinas ainda são fortes para o bebê e ainda não começou a fase das cólicas e acnes neonatais (que normalmente começam a partir dos 15 dias). “Levamos acessórios e fundos para este tipo de sessão, porém se a mãe preferir, utilizamos também acessórios do próprio bebê”, lembra.
Para fazer as fotos, o fotógrafo precisa estudar diversas técnicas para manusear o bebê e fazer com que ele fique acolhido e confortável. “Assim, ele fica numa pose linda e passa a leveza que gostaríamos de transmitir nas fotos, mas para isso, é essencial que as mamães e papais sigam as nossas dicas e sintam-se seguros”, diz.

Para conhecer mais sobre o trabalho com “newborns” e a fotógrafa Carolina Luna, visite o site www.lunafotografia.com.br, ou a página no Facebook: www.facebook.com/CarolinaLunaFotografias.


Sobre o Autor

Metrópole Revista
Metrópole Revista

Revista de variedades.


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/metropolerevista/metropolerevista.com.br/html/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273