Fotografe! Em Montevideo ou na janela de sua casa

6

Dia desses minha amiga Lorena Lenara, também de Campo Mourão, e que reside em Curitiba me diz: “Zé, você tem que fotografar mais. Sair por aí clicando qualquer coisa, Sem muita distinção, sem nada de obrigação. Acho que falta isso em você. Faça isso, você vai gostar”. Bom, eu disse que faria, mas sem a menor ideia de quando tomaria essa tal iniciativa.

Um tempo depois tive que fazer uma viagem a trabalho para Córdoba, Argentina. No momento em que estava fazendo a reserva das passagens, minha volta seria por Montevideo, Uruguai, como na ida. Porém, para a volta, eu tinha a opção de, pelo mesmo valor, passar 2 horas na cidade – que certamente não daria tempo pra nada –  ou 11 horas. Pensei que não seria nada mal poder dar umas voltas para conhecer a tal cidade que tem um Porto cujo nomeremete ao da minha família.

Assim que cheguei na capital Uruguaia, procurei logo um local seguro para guardar minhas bagagens. Mas, no momento em que estava guardando, me lembrei da Lorena – e de seu pedido para me desprender de fotos “obrigatórias”. E resolvi pegar uma câmera e duas lentes simples. Era o que cabia no bolso da jaqueta. Saí o mais rápido que pude do lindo aeroporto – que mais parecia um olho gigante – para não perder tempo. De lá, fui até o terminal de ônibus Três Cruzes, onde peguei outro ônibus para o tal Mercado do Porto, onde já tinham me dito que era um ótimo lugar para almoçar. Afinal, já eram quase 11 horas.

Ainda estava com um certo medo de tirar minha câmera no meio da rua, não estou acostumado com isso. Quando cheguei naquele Mercado, me deparei com uma beleza geral, desde a arquitetura até as pessoas locais, vendedores ambulantes e belas mulheres posando para o espelho, em busca do chapéu perfeito, oferecido por um simpático vendedor. Naquele momento pensei: “Eu seria burro de não fotografar tudo isto.” Saquei a câmera e comecei. Clicava para todos os lados.

Entrei no Mercado, procurei alguma boa parrilla para degustar e continuar a descoberta por Montevideo. Saí de lá bem feliz e comecei minha caminhada sem destino. Admito que, por mais que eu já tenha viajado, eu nunca tinha feito uma caminhada sem absolutamente nenhum destino. Parei em um centro turístico, que fica no Porto, onde existe um “Acesso Maciel”, (Maciel é sobrenome da minha família). Confesso que não sei porque tem este nome. Na Estação de Assistência ao Turista peguei um mapa e vi que o terminal Três Cruzes, para onde eu deveria voltar, estava bem longe, cerca de uns 3 quilômetros em linha reta. Trajeto que não fiz. Ignorei o mapa e parti para a andança.

Parava nas esquinas, olhava para os três possíveis caminhos, escolhia um pelo instinto. É muito interessante esta sensação. Fui até o Pacífico e fiquei por quase uma hora, pensando na vida e analisando pescadores. Passei pelo centro histórico, Praça Independência, pelo centenário Teatro Solis, ruelas e monumentos. Foi incrível fotografar sem compromisso e criar imagens a partir de uma simples textura de porta de ferro. Então, tomei o meu chocolate quente Submarino com tostado para finalizar o dia de fotografia, colocar a câmera na jaqueta e caminhar mais, até o terminal.

Acho que vocês também deviam fazer isto. Muitos já fazem e conseguem fazer fotos que nem mesmo o próprio criador acredita. Cada um tem um olhar, uma maneira de pensar. Mesmo que não faça nenhuma viagem, pegue sua máquina fotográfica e saia por aí, no seu próprio quintal de casa. Vá até a janela do seu apartamento e fotografe algo pra que nunca deu bola. A textura da sombra da árvore no chão pode dar uma ótima foto, sabia?

Bom, agora deixa eu ir para lá. Preciso fotografar a fumaça de uma indústria, aqui da minha janela. Imagem que eu sempre quis fazer e nunca peguei na câmera para concretizar. Até a próxima e não vá se perder por aí.

 

 


Sobre o Autor

José Mário Dias
José Mário Dias


6 Comentários


  1.  

    Ótimo amigo Zé… fotografar sem compromisso é coisa de Lorena mesmo!!! beijosss




  2.  

    Ótimo amigo Zé… fotografar sem compromisso é coisa de Lorena mesmo!!! beijosss




  3.  
    Waleska Barros

    Ta ficando muito bom nisso, super agradável ler seus textos, parabéns!!!





Deixe uma Resposta


(obrigatório)


Nunca mais perca uma postagem. Informe o tipo de conteúdo que você deseja receber e ganhe um cupom de desconto para uma compra na metropolestore.com.

Fica tranquilo, não enviamos spam.