Dicas de fotografia de paisagem com Ivan Gehring

Todo mundo já quis fazer fotos de paisagens, mas por não saber como ajustar a câmera ou como enquadrar a imagem, acabou ficando com uma foto não tão boa. A Revista Metrópole conversou com o ex-fotógrafo profissional (e atual fotógrafo por hobby) Ivan Bruno Gehring para pegar algumas dicas.

Quem é que nunca se deparou com uma bela paisagem e na hora de clicá-la com a câmera fotográfica, a imagem não ficou tão legal assim? Seja viajando, fazendo um passeio ou mesmo em estradas e rodovias, belas paisagens vão se formando, se pararmos para observar. O engenheiro mecânico Ivan Bruno Gehring é dessas pessoas que está sempre observando, em busca de paisagens e, para guardá-las, ele sempre carrega sua máquina fotográfica. Ele tira fotos e eterniza as paisagens que encontra, seja em passeios de carro, ou de bicicleta.

A aproximação de Ivan com a fotografia se deu ainda criança, com cerca de 8 anos de idade. Ele conta que sempre teve curiosidade pelas máquinas fotográficas. “A câmera fotográfica me fascinou por ‘congelar’ a imagem em um papel”, relembra. Ele também tinha fascínio por imagens de estrelas, céu e sempre se interessou por binóculos e telescópios. Quando mais velho, Ivan fez da fotografia uma profissão e trabalhou por vários anos como fotógrafo de publicidade, moda e até casamentos. Hoje em dia, a fotografia é hobby.

Atualmente, ele é Engenheiro Mecânico e explica que a curiosidade que ele tinha para saber como as máquinas funcionavam acabaram o levando à sua profissão. Para ele, a fotografia também exige muita técnica. “A fotografia, assim como câmeras e equipamentos, tem muita técnica, desde o funcionamento, até como produzir imagens mesmo”, ressalta.

Para quem tem interesse pela fotografia, Ivan alerta: escolha um tema do qual você mais goste e aprenda mais sobre como fotografá-lo. “Paisagens são um dos muitos assuntos a serem fotografados. A pessoa precisa ter um pouco de sensibilidade artística. Afinal, tirar foto é parecido com fazer um ‘quadro’, só que sem pincel”, brinca ele. E para desenvolver-se na fotografia, nada melhor do que fotografar temas de que goste. Conhecer um pouco da teoria da fotografia também ajuda, pondera Ivan.

Com relação à câmera, ele diz que é preciso um equipamento razoável. Não precisa ser nada muito sofisticado, mas uma câmera boa ajuda e também dá mais qualidade de imagem. “Eu mesmo tenho usado uma câmera portátil, nada profissional. Se ela tiver mais resolução melhor. Uma lente maior (com um bom zoom) também ajuda. Lentes muito pequenas perdem qualidade”, diz.

Ele explica também que toda câmera tem algum recurso onde o usuário pode modificar, de acordo com cada foto. “Não aconselho botar a câmera no automático e pronto. Aquele ajuste de ‘mais claro ou mais escuro’ ajuda muito. Toda câmera tem isto hoje em dia”. Já as câmeras profissionais, explica, possuem ainda mais recursos, como tirar até 3 fotos do mesmo assunto com ajustes diferente, para posteriormente misturá-las no computador. “Conhecer um pouquinho de tratamento digital ajuda muito também”, acrescenta Ivan. Para o momento do clique, Ivan dá ainda mais dicas que você pode conferir a seguir:

1.  Evite o sol por traz do seu assunto, a não ser que o próprio sol seja o assunto.

2.  Ao tirar fotos do horizonte, procure deixá-lo na parte superior ou na parte inferior da foto. Mantenha sempre o horizonte nivelado.

3.  Não misture muita informação numa foto. Ela precisa contar uma historia. Uma imagem com muitos detalhes fica confusa. A exceção é quando o grande número de informações tem algum padrão interessante. Por exemplo, curvas, paralelas, geometrias, etc.

4. Use da regra das diagonais. Fica muito bonito quando um caminho ou alguma linha, exceto o horizonte, atravessa a foto de canto a canto, em uma diagonal.

5.  Quando o horizonte tem algum detalhe chamativo como uma árvore, uma casa, ou seja lá o que for, evite deixar o detalhe no centro da imagem. Jogue para um dos lados.

6.  Uma dica que envolve o uso de regulagem da câmera: toda câmera tem o recurso de escurecer ou clarear a foto. Assim, ao tirar foto de um céu, geralmente a terra fica escura, ou ao tirar a foto da terra, o céu fica muito claro. A dica é tirar a foto do céu, deixando a imagem escura, e da terra, deixando a imagem mais clara. Junta-se as duas imagens no computador, e tudo fica muito mais bonito. Um tripé ajuda muito para tirar este tipo de foto.

7.  Outra dica importantíssima é: carregue uma câmera SEMPRE consigo. Lindas imagens aparecem de repente diante de seus olhos. “Eu acho que esta é a principal dica, tanto que carrego minha câmera no pescoço durante os pedais”, finaliza Ivan.

Depois deste pequeno manual é só pegar sua câmera e sair pra passear. Compartilhe com a gente suas imagens, através da nossa página no facebook: Metrópole Revista.


Sobre o Autor

Metrópole Revista
Metrópole Revista

Revista de variedades.

0 Comentários



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma Resposta


(obrigatório)


Nunca mais perca uma postagem. Informe o tipo de conteúdo que você deseja receber e ganhe um cupom de desconto para uma compra na metropolestore.com.

Fica tranquilo, não enviamos spam.