Júlia Okada Duque

0

JúliaOs livros que leio geralmente são de ficção. O último que li foi “A Ordem Negra”, de James Rollins, e recomendo, por ser uma história fascinante sobre os mistérios da bíblia que pertencia a Charles Darwin. Além de ficção, o livro também apresenta um pouco de suspense, comédia, aventura e até romance.

Sem deixar a realidade de lado, indico o livro “A Moreninha”, um romance clássico de Joaquim Manuel de Macedo. A história de amor foca a fidelidade do amor de infância, mostrando uma crítica social tanto da burguesia, quanto do trabalho escravo no Brasil.

Gosto muito de filmes de terror, comédia, comédia-romântica e ficção. Um dos melhores filmes produzidos na década, em minha opinião, é “A Origem”, além de uma história complexa e cheia de detalhes, os efeitos não deixam a desejar. Recomendo.

Sobre música, gosto muito de rock. A minha banda preferida é “The Exploited”. O ritmo é considerado “cru” por alguns músicos, pois não há uma técnica utilizada, é tudo improvisado. Mas em compensação, as letras oferecem muito conteúdo, uma vez que criticam principalmente o governo e a mídia.

As bandas nacionais que ouço possuem melodia e conteúdo, além de letras que contam histórias ou que fazem críticas. Um exemplo delas, que indico, é “Engenheiros do Hawaii”, “Barão Vermelho”, “Paralamas do Sucesso” e as composições de Cazuza.


Sobre o Autor

Desirée Pechefist
Desirée Pechefist

Desirée Pechefist, não carrega tanta idade quanto sonhos. Blogueira e futura jornalista. Cara de menininha, mas quer saber mesmo é de fotografar, escrever, escutar música, ler e viajar.

0 Comentários



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma Resposta


(obrigatório)


Nunca mais perca uma postagem. Informe o tipo de conteúdo que você deseja receber e ganhe um cupom de desconto para uma compra na metropolestore.com.

Fica tranquilo, não enviamos spam.