Moda X Estilo

2

O que mais me fascina na moda não é a roupa em si, mas o comportamento, todos os signos e elementos que estão por trás dela. Não existe uma revolução industrial sem uma revolução no consumo. Foi por isso que em meados do século 19, o estilista Frederick Worth (pai da alta costura) deu início ao conceito de coleção e ao uso da etiqueta, a marca. Até então um mesmo traje era usado durante décadas e até séculos. Aqueles imensos vestidos, todos bordados e costurados a mão, eram um bem valiosíssimo, sendo que estes eram incluídos até mesmo em testamentos para heranças.

Worth, assim como Henry Ford, fragmentou a produção e estipulou uma moral sobre a roupa, junto com isso nasceu o individualismo e a moda desenfreada que conhecemos hoje. Com ele, começou a surgir o desejo e o emocional em um produto, fazendo com que as pessoas de todas as classes sociais sentissem a necessidade de consumir, em todas as estações. Até que surge uma francesinha cheia de personalidade e diz: “a moda muda, o estilo permanece”. Coco Chanel é o maior exemplo de estilo do século 20. Mas afinal, o que é estilo?

O estilo é o que faz você única no mundo. A roupa é uma grande forma de comunicação não-verbal. A mulher com estilo consegue escolher, dentro da moda, o que lhe cai bem e consegue encaixar dentro de sua personalidade. Como diz a consultora de estilo Glória Kalil, “o estilo é mais que uma maneira de se vestir: é um modo de ser, de viver e de se relacionar com o mundo. (…) A moda é uma proposta da indústria. O estilo é uma escolha pessoal. Moda é oferta. Estilo é escolha.” Uma mulher com estilo nunca será uma vítima da moda.

É muito comum encontrar pessoas bem vestidas, escravas de marcas e tendências, que compram tudo certinho, conforme as propostas de mercado. Estar na moda não significa ter estilo. Usamos a moda para nos diferenciar, porém acabamos todos iguais, uma vez que utilizamos sempre as mesmas coisas que consideramos novas no mercado. Em vez de nos tornarmos únicos, a moda simplesmente faz de nós um a mais.

Um fácil exemplo de moda massificada – eu as chamo carinhosamente de mulheres Playmobil – são os vestidos justos e cabelos pranchados. É tudo o que se tem em qualquer vitrine e é o traje visto em 90% das mulheres em qualquer evento. Esses modelos são usados por gordinhas, altas, baixas, patricinhas e até senhoras. São todas iguais. Por que é tão difícil ousar, ser diferente? Pra quê tanto medo?

Geralmente as pessoas possuem tantas dúvidas com relação ao estilo pessoal que se esquecem de prestar atenção nelas mesmas. Baseiam-se em modismos sem levar em consideração o que lhes cai bem ou não, transmitindo uma imagem insegura. Desta forma, como é possível descobrir e construir o próprio estilo? Apenas uma palavra: autoconhecimento.

O primeiro passo é se olhar no espelho, de frente e de costas e perceber como você realmente é (e não como gostaria de ser). Como é seu corpo? Alta, baixa, retangular, pêra, com bumbum ou sem, etc. Qual sua idade? Onde trabalha? Quais os locais que frequenta? Todas essas perguntas devem ser respondidas honestamente. O segundo passo é se informar, ler revistas, sites, jornais, televisão e principalmente observar as pessoas que são consideradas chiques e estilosas. A moda está em todos os lugares, mas saiba recusá-la quando necessário. A moda pede saia curta e você tem 50 anos? Não use. A moda pede tons pastel e você fica parecendo um sorvete? Esqueça-a.

Por fim, ouse. Livre-se do óbvio, dos conjuntinhos, reescreva as regras, faça novas combinações até então nunca imaginadas. Seja criativo. Não existe o certo e o errado e sim o que não combina com você. Sinta-se confortável e confiante e lembre-se: a imagem é a sua identidade social.


Sobre o Autor

Joseane Larissa
Joseane Larissa

Bacharel em Moda - UEM. Produtora e Designer de Moda.

2 Comentários


  1.  

    Isso mesmo Joseane, falou bem….bjo




  2.  

    Isso mesmo Joseane, falou bem….bjo





Deixe uma Resposta


(obrigatório)


Nunca mais perca uma postagem. Informe o tipo de conteúdo que você deseja receber e ganhe um cupom de desconto para uma compra na metropolestore.com.

Fica tranquilo, não enviamos spam.