Dress code feminino no trabalho

2

O ambiente profissional está cada vez mais competitivo, não basta somente ser um bom profissional, e sim passar essa impressão para o mercado. Como a roupa constitui um conjunto de símbolos, –  e, é claro que ninguém precisa se comportar e vestir exatamente como pede a profissão –  existem algumas regras para transmitir as qualidades visuais e posturas adequadas ao figurino, já que é no trabalho onde passamos a maior parte do tempo, até mais do que com familiares e amigos.

Dress codePara melhor compreender as regras do bem vestir profissional entramos em contato com Gisele Eva Teixeira, professora de “Dress code no trabalho e etiqueta empresarial” do SENAC- Campo Mourão. De acordo com Teixeira, o Dress Code no Trabalho tem como finalidade indicar as melhores escolhas quanto à vestimenta, considerando o estilo pessoal, o ambiente de trabalho, e a profissão em questão. É importante construir uma imagem ideal, que transmita segurança e credibilidade além de maximizar as oportunidades, proporcionando ao profissional o aumento da autoconfiança e segurança perante aos desafios do dia a dia. O profissional que se preocupa e investe em sua imagem está um passo a frente no mercado de trabalho, e tem maiores chances de alcançar seus objetivos profissionais. Teixeira completa: os erros mais freqüentes são maquiagens excessivas e o corpo à mostra com decotes profundos, saias curtas e barriga aparecendo. Esses são trajes inaceitáveis em qualquer ambiente de trabalho. Roupas e sapatos surrados ou desgastados também devem ser evitados, pois transmitem uma impressão de desleixo.

As mulheres, diferente dos homens, possuem maiores alternativas de cores e estilos para compor seu traje de trabalho, variando também com acessórios. A seguir estão algumas dicas e pontos chaves a serem seguidos, independente da profissão e estilo da empresa:

- Mantenha-se discreta; não deixe que as roupas falem mais do que você e a corporação, mas também não exagerem nos tons pastel, eles infantilizam e dão ar de fragilidade.

- Mantenha-se limpa e em ordem; nada mais desagradável que uma roupa amassada, um cabelo desarrumado e uma unha mal cortada.

- Não se exponha muito; roupas de ginástica, transparentes, lingerie aparecendo, salto altíssimo ou modelos justos. Local de trabalho não é lugar para expor uma imagem sexy.

- Não seja vítima da moda; seguir todas as tendências só demonstra futilidade. Em compensação, um traje muito conservador pode parecer que você é desatualizada. Mantenha um equilíbrio.

- Prefira maquiagens leves;

- Escolha roupas de bom corte e confortáveis, assim você permanecerá bem durante todo o expediente.

- Procure usar bijuterias de boa aparência e evite as que fazem barulho, é deselegante e atrapalha a concentração do colega da mesa ao lado.

Por fim, o importante é seguir as regras que se encaixam dentro do seu estilo pessoal e o da empresa, o dress code não tem a função de uniformizar, mas sim facilitar a escolha da indumentária, encontrando um equilíbrio entre seu estilo e a organização a qual você representa e participa.

Foto: Divulgação


Sobre o Autor

Joseane Larissa
Joseane Larissa

Bacharel em Moda - UEM. Produtora e Designer de Moda.


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/metropolerevista/metropolerevista.com.br/html/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273