Vivendo em exposição

O Big Brother da vida real

Os arquitetos belgas Pieter Peerlings e Silvia Mertens desenvolveram um inteligente projeto exibicionista que une residência, escritório e estúdio no distrito de Antuérpia, na Bélgica. O espaço de 2,4 metros de largura, 5,5 metros de profundidade e 12 metros de altura, foi erguido entre dois edifícios. Com quatro pisos de madeira, um para cada ambiente. No piso térreo, o escritório, no segundo andar, uma sala de jantar, no terceiro andar, uma sala de estar e no quarto andar, o quarto, além de uma banheira no telhado que evita os olhares curiosos, mas não deixa de causar uma sensação deliciosa de liberdade.

É claro que esta não é uma construção convencional. Apesar da transparência, o espaço continua a ser muito pessoal.

Uma escadaria em espiral liga todos os andares com praticidade. As paredes são todas de vidro, que permitem que a luz crie uma sensação de espaço.  Não há portas para impedir a canalização de som entre os andares. Para enfatizar o estilo exibicionista, cada ‘janela’ tem uma moldura preta que evidencia ainda mais o aspecto de exibição.

E você, já pensou viver em exposição?

 


Sobre o Autor

Metrópole Revista
Metrópole Revista

Revista de variedades.

0 Comentários



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma Resposta


(obrigatório)


Nunca mais perca uma postagem. Informe o tipo de conteúdo que você deseja receber e ganhe um cupom de desconto para uma compra na metropolestore.com.

Fica tranquilo, não enviamos spam.