Pata-de-elefante

A pata-de-elefante é uma planta arbustiva que faz muito sucesso no paisagismo, devido ao seu aspecto escultural. Apesar de ser semelhante a uma palmeira, é considerada uma arvoreta ou arbusto que pode alcançar quase cinco metros, podendo chegar a dez metros de altura.

É originária do México e também é conhecida como Nolina. Tem este nome devido ao seu tronco parecer com uma pata de elefante. É impressionante observar o seu tronco todo enrugado e cheio de marquinhas. Essa adaptação faz com que a pata-de-elefante sobreviva por longos períodos de estiagem.

Seu tronco é muito ornamental, suas folhas também são belas, com um aspecto de cabeleira, dispostas em densos tufos nas extremidades dos ramos. Já a floração geralmente ocorre em plantas mais velhas, são longas e eretas, com numerosas flores pequenas e esbranquiçadas.

Habituada a um clima tropical seco, a pata-de-elefante necessita de solo fértil e pouco úmido, caso contrário corre o risco do apodrecimento de suas raízes. Pode ficar um mês sem receber água. Devido ao lento crescimento também pode ser cultivada em vasos, desde que receba uma boa incidência de sol e meia sombra.

Sua beleza imponente e escultural pode ser valorizada, isolada ou em grupos. Adequa-se muito bem em jardins contemporâneos, com inspiração desértica ou tropical.


Sobre o Autor

Metrópole Revista
Metrópole Revista

Revista de variedades.

0 Comentários



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma Resposta


(obrigatório)


Nunca mais perca uma postagem. Informe o tipo de conteúdo que você deseja receber e ganhe um cupom de desconto para uma compra na metropolestore.com.

Fica tranquilo, não enviamos spam.