Espelho, Espelho meu

0

Boas ou más escolhas podem transformar um simples espelho em aliado ou inimigo.

Você sabia que:
Foi na água que o homem viu seu próprio reflexo pela primeira vez? A primeira tentativa de se fabricar um espelho aconteceu por volta de 3000 a.C., na Idade do Bronze? Durante a Idade Média, os mesmos só eram vistos em palácios, pois, com a quantia que se pagava por um espelho simples era perfeitamente possível comprar, por exemplo, um imponente navio de guerra?

Mas, para a felicidade dos designers, arquitetos e decoradores, hoje essa realidade é bem diferente e esse tão estimado objeto pode ajudar (e muito!) na harmonização de um ambiente. Os espelhos podem ser incorporados tanto nas paredes como nos móveis, para complementar a decoração. A correta disposição dos espelhos consegue transformar completamente uma composição, desde que seja feita com um planejamento cuidadoso. Confira:

Boa localização: Avalie bem os pontos onde irá colocá-los, pois os espelhos podem ampliar a percepção dos espaços e ainda ajudar a iluminar o ambiente.

Posição: Não se esqueça de levar em conta o que será refletido. Posicionado em frente a muitas informações, duplicará e poluirá o ambiente.

Ambientes grandes: Abuse da criatividade, pois não há a necessidade de estudar como ampliar o ambiente.

Ambientes pequenos: Usando na parede toda, de forma correta, você consegue dar impressão de que o ambiente dobrou de tamanho.
Para aumentar o ambiente, os espelhos podem ser aplicados na vertical ou horizontal, desde que estejam em um ângulo reto de 90 graus com o piso.

O espelho ideal: Desde que inserido de forma adequada à decoração proposta, não há muitas restrições para usar essas peças.

Altura ideal: O espelho precisa ficar onde você consiga se ver sem esforço, em uma altura média entre 1.40m a 1.80m, nem muito alto, nem muito baixo.

Menos é mais: Se o uso for exagerado nas paredes ou nos objetos, podemos perder a referência de onde estamos e acabar ficando visualmente desconfortáveis.

Variedade: Existem diversos estilos de espelhos com inúmeros acabamentos, cores, formatos e películas. O mais comum é o espelho prata, mas os espelhos fumê e bronze estão ganhando cada vez mais fãs.

Qualidade: Escolha as marcas que tenham garantia contra manchas e outros inconvenientes. Fique atento à qualidade do produto antes de comprar.

Diminuindo o ambiente: Posicionando o espelho em um ângulo menor que 90 graus em relação ao chão, é possível causar a sensação de redução do espaço.

Espelhos com muitas divisões também causam essa sensação.

Tamanho: Certifique-se das dimensões do elevador, da porta de entrada, do corredor, das escadas, etc. Não se esqueça de avaliar o transporte e os lugares pelos quais a peça terá de passar antes de ser instalada.

Onde usar: Os locais mais apropriados são o hall de entrada, corredores, closets, lavabos, mas não há uma regra. Há algum tempo que eles vêm sendo muito usados em tamanhos grandes em banheiros, cabeceiras de cama, salas de jantar e até mesmo na área externa.

Manutenção: Lembre-se que espelhos são peças delicadas, por isso sempre que for possível utilize apenas um espanador para retirar a poeira.

Limpeza: Se o objeto estiver muito sujo, empoeirado ou engordurado, passe antes um papel toalha. Depois, use um pano macio e limpo, dos que não soltam fiapos, embebido com água ou álcool, ou uma mistura dos dois. Nunca se deve jogar água ou qualquer outro produto diretamente em cima do espelho, pois isso pode fazer com que ele fique manchado ou até mesmo estrague as molduras de gesso ou madeira.

Evite: Produtos com amoníaco, cloro ou água sanitária devem ser evitados. Segundo especialistas, a folha de jornal (utilizada por muitos para fazer a limpeza) com o tempo, vai deixando impregnados resíduos de tinta de impressão na superfície, comprometendo a visibilidade.

Alcançando o equilíbrio: A ajuda de um profissional é fundamental para melhor dispor os móveis e demais objetos decorativos em um ambiente, deixando-o harmonioso.

Ampliar o espaço, refletir a luz e dar um toque de estilo aos ambientes são alguns dos efeitos que os espelhos oferecem, sem necessidade de reformas. Invista em uma peça de qualidade e desfrute da versatilidade que esse produto pode oferecer.


Sobre o Autor

Raíssa Schebeleski
Raíssa Schebeleski

Designer de interiores residenciais, comerciais e paisagismo. Assessoria em acabamentos e decoração.


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/metropolerevista/metropolerevista.com.br/html/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273