Meninos também dançam!

A procura de meninos pela prática de dança é quase nula quando se fala de uma cidade interiorana como Campo Mourão, mas a necessidade das Meninos também dançamescolas (principalmente as de ballet clássico) pela presença do sexo masculino na dança é muito grande.

Algumas curiosidades:

Luiz XIV, um rei francês da Renascença, que assumiu o trono com 5 anos de idade, amava a dança e tornou-se um grande bailarino. Com 12 anos de idade dançou pela primeira vez no ballet da corte. Esse rei fundou em 1661, a Academia Real de Ballet e a Academia Real de Música e, 8 anos mais tarde, a escola Nacional de Ballet. Por causa dele, que era dançarino na juventude, nasceu o ballet clássico.

O professor Pierre Beauchamp, também homem, foi quem criou as cinco posições dos pés, que se tornaram a base de todo aprendizado acadêmico do ballet clássico.

No começo, todos os bailarinos eram homens, que também faziam os papéis femininos. Mas no fim do século XVII, a Escola de Dança passou a formar bailarinas mulheres, que ganharam logo importância, apesar de terem seus movimentos ainda limitados pelos complicados figurinos.

Motivados por figuras masculinas, estilos como capoeira, sapateado e dança de rua chegaram às escolas do mundo todo.

Com o passar do tempo, esse espaço foi conquistado pelas mulheres e mais do que isto, o ballet passou a ser caracterizado como uma dança tipicamente feminina. Essa mudança cria, então, nos dias de hoje, um espaço para a manifestação do preconceito.

O senso comum ainda costuma relacionar o ballet/dança como uma atividade de arte direcionada para meninas. Esse preconceito reflete no afastamento de muitos meninos que poderiam gostar de dançar. O preconceito em aceitar com naturalidade que meninos pratiquem dança vem do desconhecimento do ser humano sobre os benefícios desta arte para ambos os sexos.

Os benefícios da prática da dança nunca foram exclusividade do universo feminino. Qualquer estilo de dança pode ser adequado para meninos, desde que receba incentivo dos pais. Além dos benefícios emocionais, a dança também pode melhorar a postura, o alongamento, o equilíbrio e fortalecer os músculos. A prática auxilia o desenvolvimento do raciocínio lógico, da coordenação motora e da capacidade de concentração e aprendizado.

O que realmente importa é o aluno sentir prazer com a prática. Em qualquer idade essa arte é um meio para os meninos criarem novos relacionamentos, o que favorece a capacidade de socialização, interagir com o grupo e apresentar-se em público também pode contribuir para diminuir a timidez. A escolha deve partir do menino, mas são os pais que podem estimular o gosto pela arte, levando seus filhos a espetáculos de dança, teatro, música, cinema entre outros.

Se quisermos “romper” com os estereótipos existentes, temos que começar por nós mesmos, permitindo que nossos filhos realizem as práticas corporais e artísticas que desejam.  Temos que ter consciência de que os interesses entre as pessoas são diferentes, de que não há uma escolha real e verdadeira para todos e que as diversas escolhas são construídas através das experiências de cada um.

Queremos meninos na dança! Se você é menino ou tem em casa um menino que tenha interesse por essa arte, dê a ele a oportunidade de experienciar essa prática que muito tem a contribuir para o seu desenvolvimento, não só físico, mas também enquanto ser humano no mundo.

Procure uma escola especializada para começar a aprender sobre a arte da dança. A dança está de portas abertas pra você.


Sobre o Autor

Isabela Schwab
Isabela Schwab

Bailarina e professora de dança, Mestranda em Dança pela UFBA, Especialista em Estudos Contemporâneos em Dança pela UFBA, Graduada em Licenciatura e Bacharelado em Dança pela FAP, Certificada em Pilates Matwork pelo Demarkondes Pilates®/PhysicalMind Institute® de Nova York.


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/metropolerevista/metropolerevista.com.br/html/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273