A pele e a dermatologia

A pele é o maior órgão do corpo humano. Ela é o órgão de expressão emocional por excelência. É através dela que nos relacionamos com o mundo, portanto, muitas vezes, a usamos para expressar e representar o que se passa em nosso interior.

A pele nos desperta boas sensações por meio do toque carinhoso da pessoa amada e muitas vezes ela “fala” o que o indivíduo não quer dizer: o rosto vermelho de vergDra-Mônica-Examinandoonha, o branco de raiva e o medo ou as mãos suadas de ansiedade, demonstrando assim os sentimentos vividos.

A pele é o palco de exposição de nossos conflitos internos e as emoções influenciam pouco ou muito a doença cutânea, mas ela está sempre presente. Além disso, a pele pode ser o primeiro órgão afetado quando apresentamos alguma doença interna.

Por isso devemos ter uma visão holística do paciente dermatológico, considerando-o como um todo e não apenas olhando seu revestimento externo. Sendo assim, para nos especializarmos dermatologistas, passamos por um longo período de formação: primeiro cumprimos os 6 anos de graduação em Medicina. Depois passamos por rigorosos concursos por uma vaga em residência dermatológica e lá se vão mais 3 anos, em período integral, nos hospitais autorizados pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Ao final desse treinamento, prestamos ainda uma rigorosa prova para obtenção do título de Especialista em Dermatologia (TED) pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e Associação Médica Brasileira.

A área de atuação do dermatologista é extensa e abrange alergias cutâneas, doenças nas unhas e cabelos, doenças mucosas (boca e genitais), acne, infecções da pele e até modernos tratamentos estéticos e cirúrgicos, como peeling, laser, preenchimentos, toxina botulínica, etc.

Antes de fazer um tratamento de pele, procure um dermatologista e faça uma consulta para verificar quais são os procedimentos recomendados para seu biotipo e seu tipo de pele, pois cada pessoa tem um organismo diferente, que responde diferentemente aos tratamentos. Por isso é importante um diagnóstico antes de tudo. Se realizados com cuidado e seriedade, os benefícios serão evidentes e sua satisfação será garantida.


Sobre o Autor

Mônica Fernandes Ribeiro
Mônica Fernandes Ribeiro

Formada pela Universidade Federal Fluminense - RJ. Dermatologista pela Universidade Federal Fluminense - RJ. Especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia. Membro efetivo da Sociedade Brasileira Dermatológica.


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/metropolerevista/metropolerevista.com.br/html/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273